Tags

, , , ,

Polêmica: a garantia de audiência!

O caso dos microfones de áudio citado na parte I deste post é um exemplo de manipulação de informação. Que serviu neste caso para agradar a suposta audiência!

E quando a manipulação da informação serve para gerar polêmica e debate. Qual o objetivo da imprensa?

Não há outro. Continua sendo a audiência! Quer dois exemplos?

1) No início do Jornal do Almoço, de 05/12/2011, da RBS/TV de SC, o apresentador Mário Motta ao apresentar um dos destaques do programa, o empate no clássico entre Avaí e Figueirense, afirmou: “esse empate impediu que o alvinegro conquistasse a classificação inédita para a Libertadores“.

Você pode conferir assistindo ao vídeo clicando no link abaixo:

Jornal do Almoço – RBS/SC – 05/12/2011

O mesmo veículo de comunicação ao disponibilizar o vídeo dos gols da partida manteve o mesmo discurso: “Com o empate o Figueirense não conseguiu a vaga para a Libertadores da América

O Figueirense mesmo que tivesse vencido a partida não teria alcançado a vaga para a Libertadores, pois os resultados do Internacional e do Flamengo impossibilitaram que mesmo com a vitória o Figueirense alcançasse seu objetivo.

Então qual a razão de passar a informação com equívoco?

No meu ponto de vista a RBS TV utiliza da polêmica e dos equívocos propositais para aumentar a audiência. Afinal, em se tratando do futebol, se torcedores de Avaí e Figueirense criticam a emissora qual a razão de alimentarem a audiência e com isso a manutenção dos patrocinadores?

A RBS TV/SC constatou que a polêmica gera audiência, mesmo que ela insista em afirmar que não polemiza. Vamos ao segundo exemplo:

2) Na matéria do repórter Alysson Francisco para o Globo Esporte SC do dia 03/12/2011, o repórter fala do time do Figueirense e afirma que há 5 ano e 10 meses o clube não perde para o Avaí na Ressacada e complementa: “… só para deixar claro e não ter polêmica o retrospecto não inclui a Copa SC, já que os clubes usaram times reservas.

Como assim não ter polêmica? Então as partidas da Copa SC não são consideradas oficiais? O repórter fala, ainda, que na Ressacada ocorreram 52 duelos, sendo que o Figueirense teve 18 vitórias, 13 derrotas e 21 empates. E agora? Nestes dados estão inclusos o(s) jogo(s) disputado(s) pela Copa SC?

Você pode conferir a reportagem clicando no link abaixo (a matéria inicia no tempo 10:10 e termina no tempo 11:49):

Globo Esporte – reportagem Alysson Francisco

Talvez pior do que ter uma preferência esportiva seja querer se passar por isento e não conseguir ser. Ou será que estou errado?

[… continua na Parte III]

Anúncios