Veja a folha
ao vento se vai…
Haverá época de não mais voar!
Isto é, perecerá!
E do seu estado efêmero,
Nem ao globo, à terra, servirá!

Há poesias que dizem mais
em suas breves letras
do que aparenta estar escrito!
Liberte-se das amarras dos teus pensamentos,
dos teus pré-conceitos!
Não viva apenas de manchetes!

Anúncios